Como Verificar o Status do CPF: Guia Rápido e Fácil

Verificar o estado da situação cadastral do CPF é uma medida preventiva que possibilita ao cidadão desfrutar plenamente de seus direitos civis.

Elaboramos este conteúdo para esclarecer os potenciais resultados ao realizar a verificação do CPF e como eventuais irregularidades podem ser corrigidas. Prossiga na leitura para obter informações adicionais!

O que envolve uma verificação de CPF?

Antes de discutirmos sobre a análise do CPF, é fundamental compreender o propósito desse documento. O CPF (Cadastro de Pessoa Física) é um registro mantido pela Receita Federal.

Este documento possui uma inscrição exclusiva e tem como finalidade registrar indivíduos, independentemente de sua idade e/ou nacionalidade.

A verificação do CPF possibilita que as pessoas tenham conhecimento sobre as informações e registros associados ao seu nome, verificando se houve algum uso indevido do mesmo.

Saiba mais: Como saber se meu CPF está regular na Receita Federal?

As empresas têm a capacidade de conhecer o comportamento no mercado financeiro dos indivíduos por meio de consultas aos órgãos de proteção de crédito.

Guia para verificar seu CPF sem equívocos

A verificação do CPF pode ser realizada tanto por meio do site da Receita Federal quanto pelo aplicativo CPF Digital, disponível na Play Store ou App Store.

Para checar a situação do CPF pelo site, siga as etapas abaixo:

      1. Acesse o site da Receita Federal;
      2. Insira os números do CPF e a data de nascimento;
      3. Assinale a opção “Sou humano” e, em seguida, clique em “Consultar”.

    Concluído! Os detalhes sobre a situação cadastral do CPF serão exibidos na tela inicial.

    Diferentes outcomes ao verificar a situação do CPF

    Ao fornecer as informações solicitadas para a verificação do CPF, o sistema apresentará o status cadastral correspondente.

    Saiba mais: Como saber se tenho alguma pendência na Receita Federal?

    A seguir, observe os 5 resultados possíveis e as soluções para cada situação do CPF:

    CPF Regular:

    Indica que o cadastro junto à Receita Federal está sem pendências.

    CPF Pendente de Regularização:

    Quando esse status surge, significa que há pelo menos uma declaração de Imposto de Renda atrasada nos últimos 5 anos. Após identificar a declaração em falta, é necessário enviá-la pelo portal e-CAC (Central Virtual de Atendimento da Receita) ou pelo aplicativo Meu Imposto de Renda.

    CPF Suspenso:

    Essa situação pode ocorrer devido à falta de informações ou dados de registro incorretos, sendo frequentemente associada a problemas com o título de eleitor.

    Veja mais: Conheça quais os documentos disponíveis de forma digital

    Para regularizar o CPF, nesse caso, basta acessar o site da Receita Federal ou ir até uma unidade da Receita Federal.

    CPF de titular falecido:

    O status de titular falecido indica que foi confirmado o falecimento do detentor do CPF. Se a confirmação for equivocada, a regularização exigirá agendamento, por meio do site, para atendimento em uma unidade da Receita Federal, apresentando os documentos necessários.

    CPF cancelado:

    O status de CPF cancelado ocorre quando é gerado um CPF duplicado, geralmente devido a perda ou roubo. O cancelamento pode ser resultado de uma decisão judicial ou administrativa. Para regularizar, será preciso agendar atendimento em uma unidade da Receita Federal pelo site e apresentar a documentação requerida.

    Veja mais: Dinheiro a receber pelo CPF

    As alterações e regularizações de CPF levam em média 72 horas para serem atualizadas junto à Receita Federal.

    Se o seu CPF não está regular, compreenda

    Se, após a consulta, você percebeu que o CPF não está regular, a abordagem para regularizar a situação será distinta para cada tipo de irregularidade.

    Conforme discutido no tópico anterior, as irregularidades podem surgir devido à falta de envio da declaração de imposto de renda, roubo do CPF, informação incorreta sobre falecimento, problemas com título de eleitor, entre outras situações.

    Entenda: Como consultar nota fiscal por CPF

    Realizar a regularização é um procedimento simples e pode ser feito online. Confira a seguir os documentos necessários e o passo a passo para regularizar:

    Quais documentos são necessários para regularizar o meu CPF?

    Para regularizar o seu CPF, alguns documentos são indispensáveis. São eles:

    SOLICITANTE
    DOCUMENTO
    DOCUMENTO
    Aplicável a todas as situações
    Documento de identificação oficial com fotografia do interessado; Título de eleitor ou comprovante de alistamento eleitoral;
    Certidão de Nascimento ou Certidão de Casamento, caso não conste no documento de identificação oficial apresentado a naturalidade, a filiação e a data de nascimento
    Menor de 16 anos
    Documento de identificação oficial com foto do solicitante (um dos pais, tutor, ou responsável pela guarda);
    Documento que comprove tutela ou responsabilidade pela guarda, conforme o caso, do incapaz.
    16 ou 17 anos
    Documento de identificação oficial com foto do solicitante (um dos pais), se for o caso;
    x
    Outros casos de representação legal
    Documento de Identificação oficial com foto do solicitante; Certidão de óbito, se o CPF for de pessoa falecida;
    Documentos que comprovem a representação legal, como procuração, tutela, termo de curatela, termo de compromisso de inventariante, etc., conforme o caso.

    Os documentos apresentados fisicamente nas unidades de atendimento devem ser originais ou cópias autenticadas.

    Efetuando a Regularização do CPF

    Após compreender o que ocorreu com seu CPF, basta seguir as instruções de regularização conforme a situação indicada após a consulta.

    Saiba também: CPF negativado

    O beneficiário tem a opção de utilizar o serviço de regularização através do site ou aplicativo da Receita Federal, o qual é inteiramente gratuito.

    Por outro lado, aqueles que optarem por utilizar a rede conveniada – Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Correios ou cartórios – estarão sujeitos a uma taxa de R$ 7,00.

    Confira: Banco Central Consulta CPF

    Durante a pandemia, de forma excepcional, a regularização pode ser efetuada por e-mail. O requerente deve enviar os documentos para o endereço de e-mail da jurisdição correspondente à sua residência.

    Se for necessário realizar a regularização em uma unidade de atendimento da Receita Federal, o cidadão será informado durante a solicitação, e o prazo para comparecimento é de até 90 dias.

    Inscreva-se no formulário abaixo para receber informações semanais e acessar mais conteúdos como este.

    Botão do WhatsApp
    0 0 votos
    Classificação Artigo
    Se inscrever
    Notificar de
    guest
    0 Comentários
    Feedbacks embutidos
    Ver todos os comentários

    O Meu Consig não é uma instituição financeira e não realiza operações de crédito diretamente.

    © 2024 Meu Consig – Todos os direitos reservados

    Atendimento

    Segunda a Sexta-Feira das 09:00 ás 12:00 e das 13:00 ás 18:00.

    O Meu Consig não é uma instituição financeira e não realiza operações de crédito diretamente. O Meu Consig é uma plataforma digital que atua como correspondente bancário para facilitar o processo de contratação de empréstimos. Como correspondente bancário, seguimos as diretrizes do Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011 com autorização e registro no Bacen atraves do sócio proprietario Rafael Mengue Matos – 024.773.920-00. Toda avaliação de crédito será realizada conforme a política de crédito da Instituição Financeira escolhida pelo usuário. Antes da contratação de qualquer serviço através de nossos parceiros, você receberá todas as condições e informações relativas ao produto a ser contratado, de forma completa e transparente. As taxas de juros, margem consignável e prazo de pagamento praticados nos empréstimos com consignação em pagamento dos Governos Federais, Estaduais e Municipais, Forças armadas e INSS observam as determinações de cada convênio, bem como a política de crédito da instituição financeira a ser utilizada. Informações adicionais sobre antecipação saque-aniversário: Taxa de juros 2,04% a.m e Custo Efetivo Total máximo de 2,12% a.m. Pagamento debitado anualmente direto na(s) conta(s) vinculadas ao FGTS. É possível realizar a quitação a qualquer momento após a contratação. Valor mínimo R$ 200,00. Exemplo: Considerando a data de operação em julho de 2022 e aniversário no mês de julho, uma conta com saldo de R$ 3.000,00 no FGTS consegue ter R$ 1.676,66 antecipados provenientes do saldo total a serem pagos em 10 parcelas anuais com taxa de juros de 2,04% a.m e CET de 2,12% a.m. Meu Consig – CNPJ 37.094.164/0001-35 | Endereço: Rua Treze de Abril, 4123 – 2º andar – 95535-000 – Terra de Areia – RS – Bancos parceiros: BANCO SAFRA S.A. 58.160.789/0001-28, BANCO C6 CONSIGNADO 61.348.538/0001-86, FACTA FINANCEIRA 01.360.251/0001-40